jump to navigation

Orgulho Gay: centenas de pessoas desfilaram em Lisboa contra a homofobia June 25, 2005

Posted by igualdadenocasamento in Portugal.
trackback

Manifestantes exigiram autorização de casamento entre homossexuais

march05lx.jpg
No desfile foi lido um manifesto a exigir medidas de luta contra os preconceitos homofóbicos e o fim das discriminações legais

Centenas de pessoas desfilaram esta tarde pela Avenida da Liberdade, em Lisboa, no âmbito da marcha do orgulho lésbico, gay, bissexual e transgénero (LGBT). Durante a manifestação, foi exigida a autorização do casamento civil entre homossexuais e condenada a homofobia.

“Direitos iguais para todos, nem mais nem menos”, “Como em Espanha, exigimos o amor livre e igualitário”. Estas foram algumas das frases escolhidas para os cartazes empunhados pelos manifestantes, que acompanhados por bandeiras multicolores apelaram ao respeito pela Constituição, que interdita toda a discriminação fundada sobre a orientação sexual.

Segundo Paulo Corte-Real, da associação ILGA Portugal, o não reconhecimento do casamento civil entre homossexuais “viola a Constituição”, sendo exigidos “os mesmo direitos e deveres” que os casais heterossexuais. O casamento entre pessoas do mesmo sexo com direito, sem restrições, à adopção deverá ser adoptado esta quinta-feira pelo Parlamento espanhol.

No desfile de hoje foram ainda contestados os actos homofóbicos em Portugal, tendo como exemplo um caso em Viseu, onde um grupo de jovens é acusado de atacar homossexuais nos locais onde estes habitualmente se reúnem.

Para Paulo Corte-Real, desde que foram denunciados estes incidentes “houve uma tomada de consciência na sociedade da gravidade do problema da homofobia”. “É um problema social e não o de uma minoria, como todas as outras formas de exclusão”, continuou.

Antes do desfile desta tarde foi lido um manifesto a exigir ao Governo “medidas concretas de luta contra os preconceitos homofóbicos e o fim das discriminações legais”. “Enquanto o casamento civil não for autorizado aos casais do mesmo sexo, o Estado reforça e glorifica a homofobia”, sustenta o documento.

Publicado no Público.

Advertisements

Comments»

No comments yet — be the first.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: