jump to navigation

Primeiras uniões homossexuais no Reino Unido December 20, 2005

Posted by igualdadenocasamento in Portugal.
trackback

» Igualdade Só amanhã, dia em que Elton John se casa, estão marcadas 700 cerimónias em Inglaterra


Shannon Sickles e Grainne Close à chegada ao City Hall de Belfast

A conservadora cidade de Belfast foi ontem o palco dos primeiros casamentos homossexuais no Reino Unido. Nos próximos dias seguem-se a Escócia, o País de Gales e a Inglaterra a realizarem os primeiros casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Uma das primeiras uniões a ser realizada amanhã em Inglaterra será a do cantor Elton John que legaliza a sua união com David Furnish em Windsor.

Grainne Close e Shannon Sickles (americana) foram as duas primeiras mulheres na história do Reino Unido a celebrarem um casamento homossexual. A cerimónia, chamada de casamento por uns e união de facto por outros, trata-se de uma simples troca de assinaturas perante um representante do Governo local mas dá aos “gays” os mesmos direitos dos casais tradicionais. Ainda assim, o Governo não aplica a palavra “casamento” para descrever a união, uma vez que a cerimónia não tem que ser pública.

No final de uma cerimónia que durou 20 minutos e foi testemunhada por 70 convidados, Close e Sickles tornaram-se nas primeiras “Mrs and Mrs” no Reino Unido. “Somos privilegiadas por termos a oportunidade de optar pelos nossos direitos enquanto casal”, disse Sickles à saída da cerimónia agradecendo aos “muitos indivíduos que lutaram por este direito”.

Depois, seguiram-se um casal masculino e outro feminino, enquanto que noutras partes da Irlanda do Norte mais dois casais trocavam alianças.

Agora, pelo menos outros 1200 casais já têm data marcada e darão o nó ainda antes do final do ano. Entre eles encontra-se Elton John que já preparou uma recepção para 700 convidados em sua casa. O cantor faz parte do primeiro grupo a casar em Inglaterra amanhã. Hoje, arrancam as primeiras cerimónias na Escócia.

Mas a lei, que entrou em vigor no passado dia 5, tem provocado reacções distintas na sociedade britânica. Para católicos e anglicanos a decisão tomada pelo Governo vai contra as leis da religião e como tal não deveria ter sido tomada. Durante as cerimónias de ontem um grupo de cerca de 30 manifestantes, na sua maioria padres católicos, juntaram-se à porta do City Hall de Belfast em protesto contra o que consideram ser “um pecado”. No entanto, entre os muitos “gays” britânicos a decisão é tida como um direito e as listas de espera vão crescendo. Já amanhã, no primeiro dia em que Inglaterra celebra casamentos entre pessoas do mesmo sexo, 700 casais trocam alianças.

Jornal de Notícias

Advertisements

Comments»

No comments yet — be the first.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: